terça-feira, 24 de abril de 2012

21. Capítulo


Novo dia. Hoje era o dia em que voltava para Portugal graças a um rapaz por quem o meu coração decidiu bater. Vesti algo mesmo confortável e fui comprar o mais rapidamente os bilhetes, para partir mais depressa. 
Mal os comprei, voltei para casa, para me despedir delas, obviamente. Já estavam acordadas, pareciam que procuravam algo, mas não sei o quê.


( Marge ): Ah, estás aqui. - disse, vindo ao meu encontro. - A Allie contou-nos tudo.
( Lisa ): Ias mesmo embora sem te despedires de nós, Rose? - perguntou, abraçando-me. - É que nem penses.
( Allie ): Quero que saibas que não concordo nada com isto, Rose. Pelo menos, volto contigo.
( Rose ): Estás maluca? Eu quero que vocês aproveitem as vossas férias aqui. Especialmente tu, Mrs. Payne.- disse, na brincadeira.
( Lisa ): Pois .. eu sei que um dia irei sê-lo.
( Marge ): Ahah, sim, claro ... - disse, a rir-se. - E tu, Rose? Já compraste o bilhete?
( Rose ): Sim ..  e parto hoje às ... - peguei no bilhete para verificar a hora. - Às duas da tarde, por isso ainda tenho duas horas para fazer as malas, por isso ... se me permitem .. 
( Allie ): Nem sabes o quanto me custa ver-te assim ... - disse ela, abraçando-me. - Não te preocupes, que te vamos fazer uma pequena visita, Rose.
( Rose ): Esperarei anciosamente ... mas agora tenho de ir fazer as malas, por isso, oupa, venham ajudar-me.
( Lisa ): Não te despedes dele ? - eu apenas olhei para ela, mas não respondi. - Nem dos restantes? 
( Marge ): Cala-te, Lisa. Vamos ajudar a Rose.
Após as malas estarem feitas, fui logo para o aeroporto. É claro que tive de de aturar as carícias da Lisa, como se fosse o fim do mundo. A Marge e a Allie sabiam que eu estava a sofrer e que se calhar isto era o melhor para mim.
( Lisa ): Dá notícias.
( Rose ): Vocês também.
( Allie ): Sabes que irei sempre apoiar-te
( Marge ): Vou ter saudades, linda.
( Rose ): Tenho mesmo de ir. - disse, ao ouvir o sinal para entrar no avião. - Adoro-vos.


Olhei para trás e só via aquelas três lindas figuras a acenarem-me com a mão como uma despedida. Entrei dentro do avião e tentei não pensar naquele rapaz que tinha roubado o meu coração..
( ... )
Quando cheguei a Portugal, fui logo para casa. Estava um pouco cansada ... Após tentar introduzir a chave na fechadura que parecia que estava chateada comigo e que não queria que eu entrasse em casa, finalmente consegui, apenas à quarta tentativa. Não havia sinal dos meus pais, mas acabei por me lembrar que eles tinham falado que iam durante duas semanas para a Irlanda, por causa da minha tia- avó que já não tinha muitos dias de vida. Pousei as minhas coisas e fui tomar um longo banho para ver se relaxava. 
( .. )
Passou-se uma semana. A minha vida durante estes sete dias tornara-se tão monótoma que me enjoei. De vez em quando lá falava com as minhas meninas. Pelo que percebi, a relação do Liam e da Lisa vai de vento em poupa, assim como a do Niall e da Allie. Quanto à Marge e ao Louis ... bem, esses não percebi . Estava a ver uma coisa no computador, quando alguém bate à porta. Desci o mais depressa possível e quando abri, não queria acreditar no que estava a ver.
( Rose ): Louis ? - perguntei deveras surpreendida. - Que fazes aqui?
( Louis ): Rose, não acredito que te foste embora e não nos disseste nada. - disse-me abraçando. - Devia estar chateado, mas não consigo.
( Rose ): Oh Louis ... - disse, puxando-o para ele entrar. - Foi o melhor, não aguentava tamanho sofrimento. E já agora .. só vieste tu?
( Louis ): Ahah, não. Veio a Marge, o Liam, a Allie, o Niall, a Lisa, o Zayn o Harry e a ... - ele fez uma longa pausa.-  e a..
( Rose ): E quem, Louis? - estava a assustar-me.
( Louis ): A Sara ... 
( Rose ): Sara? Quem é a Sara ?
( Louis ): É a namorada do Harry ... - disse ele, cabisbaixo.  O meu coração, que se estava a recompor aos poucos, partiu-se aos bocadinhos, de vez. Eu pensava que ele gostava de mim, ele disse que gostava, mas afinal de contas devia estar confuso. - Lamento, Rose. - abracei-me a ele com tamanha força, mas fomos interrompidos pelas meninas, que vieram rapidamente abraçar-me.
( Lisa ): Estás tão crescida, amor! 
( Marge ): Já sabes, não é?
( Allie ): Foi uma surpresa para todos, acredita .. - disse, beijando-me a testa.
( Rose ): Não vou falar disso ...
( Zayn e Liam ): Olá, Rose. disseram, abraçando-me.
( Rose ): Olá, meninos.
( Niall ): Também quero um abraço, mas que é isto? - disse, ele da porta.
( Rose ): Anda cá meu comilão. - abracei-o.- Melhor, agora?
( Niall ): Claro. - respondeu-me com um enorme sorriso.
( Sara ): Olá .. - disse a rapariga muito envergonhada. Devia ser a Sara, era mesmo linda.
( Harry ): Sara , Rose. Rose, é a Sara, minha namorada. - sei que já ouvi as palavras Sara e namorada na mesma frase, mas mesmo assim continua a emagar-me o coração, como se passasse um camião por cima de mim.
( Rose ): Olá, Sara. - tentei, ser o mais simpática possível.
( Zayn ): Eu sei que não estavas mesmo a contar connosco  ... provavelmente nem podemos cá ficar.
( Rose ): É claro que podem, tolo. Então .. a Marge dorme comigo no sofá.O Niall e a Allie no dos meus pais, o tu e o Louis no primeiro quarto de hóspedes, a Lisa e o Liam no segundo quarto de hóspedes, e a Sara e o namorado dormem no meu quarto.
( Harry ): Podemos dormir no sofá.
( Sara ): Claro, o quarto é teu, Rose. 
( Rose ): Não te preocupes, Sara. 
( Liam ): Mas nós queriamos pedir-te uma coisa, Rose.
( Rose ): O quê?
( Louis ): Ora bem. - disse, pondo-me o braço à volta. - Queremos que voltes! - ficaram todos a olhar para mim, menos o Harry e a Sara.
( Rose ): Não sei se deva ... 


( ...)

4 comentários:

  1. Realy?! Uma namorada?! Só faltav mexm iss!

    Eu não digo?! Há sempr alguma koisa no meio impressionant!

    Está lindoooo!! Post fast.

    <3<3

    ResponderEliminar
  2. Está mesmo lindo (:

    Continua.

    ResponderEliminar