quinta-feira, 5 de abril de 2012

10. Capítulo

Mal a entrevista acabou, ganhei coragem e decidi ir falar com ele. Sim, o Harry. Precisava de saber o porquê de ele do nada ter ficado assim comigo. Antipático.

( Rose ): Harry?
( Harry ): Que queres?- perguntou um pouco seco.
( Rose ): Que tens? Desde que me foste levar a casa, e que falámos ficaste assim, estranho.
( Harry ): Não tenho nada.
( Rose ): Estás parvo para mim!
( Harry ): Como tu ontem disseste, conhecemos-nos há pouco, por isso, não sabes como é que eu sou, ok?- disse, afastando-se.

O Louis veio ter comigo para irmos comprar o telemóvel enquanto cá estivesse.

( Louis ): Vamos?
( Rose ): E os outros, não vêm?
( Louis ): Eles vão com o Harry para o nosso apartamento, almoçar.
( Rose ): Ah, está bem. Vamos então.

( ... )

Chegámos à loja, e comprei o telemóvel mais barato, tendo em conta que só o usaria durante a minha "pequena" estada cá em Londres.

( Louis ): É que nem penses, eu pago!
( Rose ): Estás a gozar, certo? O telemóvel é para mim. Não vou deixar que pagues.
( Louis ): Não insistas, já está pago e já!- disse ele dando três notas ao senhor que nos tinha atendido.
( Rose ): Boa, agora devo-te cinquenta libras.
( Louis ): Isso querias tu! Dá aí o telemóvel para eu configurar isto tudo. Pega no meu e adiciona o teu número.- disse ele estendendo a mão com o seu telemóvel.
( Rose ): Já está!- disse, quando adicionei o meu número.
( Louis ): Também já adicionei o meu no teu telemóvel. Já te posso chatear a toda a hora! Olha, estás com fome?
( Rose ): Por acaso já comia qualquer coisa.
( Louis ): Mas não seja por isso, vens ao meu apartamento e almoças comigo e com o resto dos rapazes. Sim?
( Rose ): Não! Está lá o Harry.
( Louis ): E qual é o problema do Harry?
( Rose ): Bem ..  pode ser só impressão minha, pois só o conheço há dois dias, mas ele está estranho comigo desde ontem. Ele perguntou-me se eu gostava do Chris, e eu apenas respondi que ele não tinha nada a ver com isso, pois ainda não estabeleci confiança suficiente com ele para falar disso. Ele nada disse, mal me deixou a casa, disse que estava entregue, e acelerou a fundo.
( Louis ): Isso é estranho, mas se quiseres falo com ele. Não te preocupes, mas vem comigo.
( Rose ): Sim, eu vou. Mas não fales com ele, a ver se passa.
( Louis ): Como querias, Rose. Entra no carro.

( .. )

Mal chegámos, ouviu-se um barulho. A música estava alta. Entrámos, e vi o Zayn, o Liam e o Niall sentados no sofá, a falar com alguém, dizendo" Baixa a música, e para de beber". Era o Harry. Ele estava de boxers, a beber e a dançar feito sei lá o quê .

( Louis ): Mas o que se passa aqui?
( Zayn ): Este chegou a casa, e deu-lhe.
( Niall ): Bebeu tudo o que tinhas no bar.
( Rose ): Harry! Pára!
( Harry ): Olha quem é ela! A menina Rose.Aquela que me trocou pelo paspalho do Chris. A menina que se julga perfeita, e que é boa para todos.
( Liam ): Que está ele a dizer?
( Rose ): Bebeste demasiado.
( Harry ): Mas tu tens a ideia de quantas raparigas queriam estar no teu lugar? Ser fotografada com o Harry Styles?! Estar com ele e com o resto da banda? Tens essa noção? Não aproveitaste bem, aqui o pão.
( Zayn ): Não dizes coisa com coisa. Cala-te antes que faças asneiras.
( Harry ): Eu faço o que tiver de ser feito.- disse, dando-me um estalo.
( Louis ): Harry, anda comigo para o quarto! Pessoal fiquem com ela. Eu já volto, Rose.
( Niall ): Estás bem?
( Rose ): Ele bateu-me.. - disse, ainda com a mão na cara, com tamanha dor.
( Liam ): Ele não está bem. Aposto que ele não queria fazer isto.
( Rose ): Eu vou para casa ... - disse, sem nenhuma reacção com aquilo que se tinha sucedido.
( Zayn ): Eu vou contigo, a pé.
( Rose ): Sim.

4 comentários:

  1. Autch!

    Dest nao estav nad a espera!

    Adorei.... mas coitad da Rose.... :(

    <3 :)

    ResponderEliminar
  2. fogo, o harry foi mesmo estupido, estou ansiosa pra ver o que ele vai fazer a seguir

    ResponderEliminar