quinta-feira, 14 de junho de 2012

29. Capítulo


( Lisa )

( Rose ): Que chatos! Já disse que não quero comer nada. - nenhum de nós respondeu. - São mesmo maus, vocês.

(Louis ): Só não queremos que te aconteça aquilo de novo, tontinha. - ela revirou os olhos. - Tu não me revires os olhos, Rose Styles! Ah, e por falar em Styles, onde está o meu Harry? - ela apontou para a sala. - Tenho saudades dos momentos Larry Stylinson, por isso, já volto . - disse, saíndo da cozinha.

( Marge ): Está tudo bem entre ti e o Harry, Rose? - perguntei preocupada. Ela acenou negativamente a cabeça. - Então? Conta.

( Rose ): Acabámos. - ficámos as três boquiabertas. - E antes que perguntem o porquê, só tenho a dizer que não me apetece falar no assunto.

( Lisa ): Ahhh, estão  a ligar-me. - disse, quando senti o telemóvel a vibrar. - É o Liam. - disse, atendendo de imediato. - Olá Liam! - disse com um enorme sorriso. - Ah, sim, claro. Passas por aqui? - respondi quando ele perguntou se queria ir almoçar com ele. - Então até  já! - despedi-me, desligando a chamada de seguida. - Bem meninas, hoje não almoço cá!

( Allie ): Lá vão os pombinhos almoçar juntos. - disse, fazendo-me corar. - Ahaha, está a corar. - disse, quando notou que corei.

( Lisa ): Vai ter com o Niall, Allie. Depois falamos que agora tenho de me ir preparar. - disse, saltando como uma tonta até ao quarto.

( Liam )

Hoje vou dizer à Lisa tudo o que sinto por ela. Estou muito nervoso. Sei que ela gosta de mim, mas tenho medo que só queira ser minha amiga por causa da mudança que a vida dela irá ter se começar a namorar comigo. Vai ser hoje, durante o nosso almoço, que a minha vida pode mudar tanto para pior como para melhor. Os minutos que demoravam para que pudesse ir buscá-la pareciam horas. Não aguentando mais, saí logo de casa, com a esperança de que ela já estivesse pronta. Ao chegar, quem me abriu a porta foi a Rose.

( Liam ): Olá Rose! - disse, quando vi que era ela. - Bem, estás cá com uma cara ...

( Rose ): Nem me digas nada, Liam. Mas vieste aqui buscar a Lisa, verdade? - assenti com a cabeça. - LISA, DESCE QUE O LIAM JÁ CHEGOU! - gritou, assuntando-me um pouco. - Pronto, ela já desce.

( Lisa ): Aqui estou eu. - disse, descendo. - Ah, e já agora Rose, tens cá umas golas, vou-te contar. - disse, fazendo-me rir. - Vá, até logo. - disse, fechando a porta por trás de si. - Vamos?

( Liam ): Deixa-me dizer-te que estás muito linda, Lisa. Quer dizer, estás sempre! - ela corou. - Não é preciso corares. - disse, rindo-me um pouco. O caminho até ao restaurante foi animado. Ela diz cada disparate ... mas vindo dela, são perfeitos.  - Lisa, tenho algo para te contar. - disse, obtendo a atenção dela. - O que eu vou dizer não chega nem a sequer a metade do sentimento que foi criado pelo meu coração por ti. Sinto a tua falta quando tu não estás comigo. Sabes os teus abraços? - ela assentiu com cabeça. - Eu preciso deles todos os dias, a toda a hora! - ela ouvia-me com atenção. - Eu quero poder-te chamar de " namorada", a minha namorada. - ela não disse nada, deixando-me assustado. - Lisa, não dizes nada? - e num abrir e fechar de olhos, os seus lábio estavam colados aos meus. Descolei os meus lábios dos seus, devido a falta de fôlego. Estava muito feliz agora. - Amo-te mesmo muito, Lisa. - ela sorriu e entrámos no restaurante com as mãos dadas.

1 comentário:

  1. Lindoooo! Lindo! Lindo!!

    Amo, amo, amo, amo!!

    :p

    Estou encantada! xD

    ResponderEliminar